PSICOGERONTOLOGIA

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Gerontologia – o que é?

Gerontologia é a ciência que se dedica ao estudo do processo de envelhecimento na sua totalidade.

Ao analisarmos a palavra Gerontologia etimologicamente, verificamos que o termo geronto é proveniente do grego (geron) referindo-se aos mais velhos ou mais notáveis do povo grego e a este termo juntou-se (logos), logia – estudo, grupo de estudiosos, conhecedores.

Sendo uma ciência social, a Gerontologia apresenta vários ramos, dos quais destacaria:

. Gerontologia biológica ou experimental
. Gerontologia cultural ou gerocultura
. Gerontologia ambiental
. Gerontologia médica ou Geriatria – que se dedica ao diagnóstico,
tratamento e reabilitação das
enfermidades dos mais idosos.





HISTÓRIA

Desde tempos remotos se verifica a preocupação do ser humano em conservar o vigor da juventude e a vitalidade da sua maturidade, tentando prolongar a sua longevidade. Em todas as épocas e nas mais diferentes culturas, encontramos evidencias desta pesquisa incessante e de facto os avanços em geronto-geriatría neste século, têm base na teoria da autotoxemia intestinal de Metchikoff, no soro de Blogomoletz , no tranplante de testículos de Brown Sequard e mais recentemente, na terapia celular de Paul Niehans e a procainoterapia da Drª. Aslan


A partir da segunda metade do século XX a Gerontologia tem vindo a desenvolver-se como disciplina em diversas Universidades, em algumas partes do mundo, mas o termo, com o sentido actual, foi utilizado por Ília Metchikoff* em 1903.

[ *Dr. Joaquim González Aragón
Director do Instituto Mexicano de Estudos em
Longevidade e Ex-presidente do Conselho Mexicano
de Geriatria

A Gerontologia como ciência encarregue pelo estudo do efeito do tempo sobre os seres vivos, com todas as repercussões biológicas, médicas, psicológicas, sociais, económicas, demográficas, ambientais e políticas, alcançou uma grande importância a partir da década de 50. Não obstante ser considerada uma ciência desde os inícios de
1900, quando Ília Metchikoff, cientista russo que ganhou um prémio Nobel em 1904, criou o termo gerontologia, passou quase meio século para encontrar os seus paradigmas e o seu lugar académico.
A Geriatria e a Gerontologia demoraram até à década de 40 para se desenvolver como especialidades no velho continente (Inglaterra, Espanha, França)].

Desde tempos remotos se verifica a preocupação do ser humano em conservar o vigor da juventude e a vitalidade da sua maturidade, tentando prolongar a sua longevidade. Em todas as épocas e nas mais diferentes culturas, encontramos evidencias desta pesquisa incessante e de facto os avanços em geronto-geriatría neste século, têm base na teoria da autotoxemia intestinal de Metchikoff, no soro de Blogomoletz, no transplante de testículos de Brown Sequard e mais recentemente, na terapia celular de Paul Niehans e a procainoterapia da Drª. Aslan

Marcadores:

2 Comentários:

  • Continue a publicação do blog, não esqueça de artigos cientifocos. todas a Ligas academicas, enfoque o assunto que é importante pra toda sociedade.
    Obrigado.
    Jacson Costa.
    jacsoncosta_personal@hotmail.com

    Por Anonymous Anônimo, Às 11 de maio de 2007 08:15  

  • isto deu-me um jeitao, tenho que apresentar um trabalho sobre psicogerontologia. safou-me de levar um 0 ;)

    Por Anonymous Anônimo, Às 19 de março de 2011 15:42  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início


 
online